Caiado critica descumprimento das medidas contra a COVID-19 na região da 44 Goiânia

Postado em 6 de setembro de 2020
Caiado critica descumprimento das medidas contra a COVID-19 na região da 44 Goiânia

Após visita à região da 44 em Goiânia, o governador Ronaldo Caiado fica preocupado com o descumprimento das medidas de segurança e diz ter presenciado "um total desrespeito às regras"

As lojas da região da 44 Goiânia estão abertas desde julho, mas com sua reabertura, veio uma série de restrições e medidas de segurança que deveriam ser tomadas para evitar o contágio e a disseminação no Coronavírus no estado. Em visita que fez à região da 44 na última sexta feira (4), o governador do estado de Goiás criticou e disse ter ficado preocupado com o comportamento de lojistas e clientes da região, que não estão cumprindo as regras que foram impostas para liberar o seu funcionamento. 

Por meio de live nas redes sociais, Caiado também fez algumas declarações: "As coisas ali tomaram um rumo de total desrespeito às regras e portarias. Observei aglomerações e falta ou uso incorreto dos equipamentos de proteção. As pessoas abrindo a porta pela metade, entrando muita gente dentro daqueles ambientes restritos. As pessoas pela rua toda, muitas sem o uso da máscara ou colocando a máscara no queixo".

Caiado também chegou a comentar sobre as excursões, que estão proibidas de virem a 44, mas infelizmente está havendo um descumprimento das medidas sanitárias quanto aos ônibus também. Excursões estão vindo de outros estados e tentando esconder os ônibus em cidades vizinhas como Senador Canedo ou Aparecida de Goiânia e deslocando as pessoas até a região da 44.

Em resposta, a Associação Empresarial da Região da 44 (AER44) afirmou em nota que respeita as normas impostas e que antes mesmo da retomada, criou uma comissão de saúde para orientar e acompanhar o cumprimento dos protocolos de saúde exigidos.